Visão Comum

O Projeto busca melhorar a qualidade de vida e contribui para a solução dos problemas educacionais da população cega ou com baixa visão. O Instituto de Cegos do Brasil Central e o Colégio Cenecista Dr. José Ferreira posicionam-se na vanguarda das ações inclusivas.

Atendendo às exigências sociais contemporâneas, o ICBC e o Colégio Dr. José Ferreira lançam mão de suas reconhecidas competências individuais e investem juntos na educação de uma população em situação de vulnerabilidade pessoal e/ou risco social, lançando as bases para uma comunidade verdadeiramente inclusiva.

A parceria entre o Instituto de Cegos do Brasil Central e o Colégio Dr. José Ferreira oferece ganhos quantitativos e qualitativos tanto aos videntes quanto às pessoas com deficiência visual, garantido agilidade e qualidade nos atendimentos, bem como expressivo impacto social em toda a comunidade.

Desde 2005, o ICBC e o Colégio Dr. José Ferreira já iniciavam suas ações conjuntas para a inclusão social de videntes e pessoas com deficiência visual: formava-se um grupo de teatro com alunos de ambas as entidades, bem como os alunos do Colégio Dr. José Ferreira faziam trabalhos voluntários dentro do ICBC.

A partir de então, as rotineiras atividades conjuntas foram fortalecendo o vínculo das entidades, que naturalmente caminharam para o que hoje se traduz no Projeto Visão Comum.

Em abril de 2007, iniciaram-se as discussões para o nascimento da parceria educacional formal, tendo ela se efetivado em janeiro de 2008.

Hoje, ocorre transferência de experiências e conhecimento de uma entidade para a outra, através da capacitação mútua de profissionais da educação: o Colégio Dr. José Ferreira capacita os profissionais do ICBC em sua proposta pedagógica, enquanto o ICBC faz o mesmo com os profissionais do Colégio Dr. José Ferreira, tornando-os preparados para receberem deficientes visuais em suas salas de aula comuns.

Além disso, as crianças cegas ou com visão subnormal que já dispunham de condições mínimas para serem diretamente incluídas nas salas comuns do Colégio Dr. José Ferreira foram matriculadas como bolsistas e convivem rotineiramente com as demais crianças.

Ainda no campo cultural, as pessoas cegas ou com visão subnormal do ICBC estão integradas aos grupos musicais do Colégio Dr. José Ferreira, desenvolvendo a socialização da cultura.

Muito ainda teremos que caminhar, mas sabemos que a direção está correta para a criação da sociedade justa e igualitária tão sonhada por todos nós.